Cadastrar imóvel imobiliária

Informativo

Venda de imóvel usado tem 2ª alta seguida no Estado de São Paulo.

As vendas de imóveis usados cresceram pelo segundo mês consecutivo no Estado de São Paulo, passando ao largo do ambiente de crise que se alastra pela Economia. Em agosto, o crescimento foi de 8,35% na comparação com julho, mês em que a expansão havia sido de 10,25% sobre junho. Os números foram apurados em pesquisa feita com 1.101 imobiliárias de 37 cidades pelo CRECISP. Nos oito meses até agosto, as vendas acumulam crescimento de 7,88%. 
&É mais barato, está pronto e se encontra em todo lugar, especialmente naqueles locais, ou próximos daqueles em que o consumidor deseja morar.& É assim que José Augusto Viana Neto, presidente do CRECISP, explicou a boa performance dos imóveis usados, que ele também atribui à manutenção dos financiamentos bancários. &Mesmo com a alta de juros e a redução do valor financiado, os empréstimos vêm mantendo margem importante no mercado, entre 48% e 68% das operações de venda de usados&, acrescentou. 
A pesquisa do CRECISP mostrou que a maioria das vendas - 54,27% - foi feita por meio de financiamento bancário. O restante se dividiu entre os negócios à vista (40,2%), os feitos com pagamento parcelado pelos donos dos imóveis (4,02%) e por carta de crédito de consórcios imobiliários (1,51%). 
Do total vendido em agosto, 48,49% eram casas e 51,51% apartamentos. Os imóveis mais vendidos foram os de preço final até R$ 300 mil, que representaram 58,29% das vendas. &A concentração das vendas nessas faixas, que se repete pesquisa após pesquisa, deixa clara a dissociação entre os muitos lançamentos de imóveis novos e a capacidade real de pagamento da maioria das famílias, e justifica a busca pelos usados&, afirmou Viana.

Texto veiculado no jornal O Estado de São Paulo dia 17/10/2015

 
Veja outras matérias



 
 
 
     
Area do cliente  
Extrato de contas, segunda via de boletos
   
Newsletter  
 
  • 11 25326071
  •  
  •  
  •  
  •   
  •  
  •  
  •  
  •  
    Mundo Mídia "Soluções Criativas"